Elétrica portuguesa constrói mais linhas de distribuição na região

A EDP (Eletricidade de Portugal), empresa privada de origem portuguesa, conseguiu licença para instalação de mais 300 km de linhas de distribuição de energia elétrica no Maranhão, em especial na região de Afonso Cunha. A notícia foi avançada pelo site Portugal Digital.

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (SEMA) concedeu licença para a execução de um projeto de cerca de 200 km de linhas, conectando os seguintes municípios:

  • Cantanhede
  • Chapadinha
  • Coelho Neto
  • Pirapemas
  • Matão do Norte
  • Miranda do Norte
  • Vargem Grande

Esse projeto prevê também a construção de uma nova subestação de distribuição elétrica (Chapadinha) e a ampliação de duas outras infraestruturas já existentes, em Coelho Neto e Miranda do Norte.

Um outro projeto prevê mais cerca de 100 km de linhas que irão reforçar a distribuição elétrica na área metropolitana de São Luís.

A história da EDP Brasil

Fundada em 2000, a EDP Brasil tem origem na EDP, criada originalmente em 1976 para ser a empresa de distribuição pública de eletricidade em Portugal. Começou originalmente a operar em nosso país em 1996, rapidamente passando da participação acionista ao controlo de suas próprias atividades. Pelo seu crescimento e dinamismo, é uma excelente oportunidade de carreira para os estudantes que terminem o Ensino Médio e Superior, principalmente em áreas técnicas e mais especializadas.

Abertura de portas para novos empreendimentos

Apesar de Afonso Cunha não ser diretamente beneficiada por essa obra que irá reforçar o sistema de distribuição em Coelho Neto e Chapadinha, a obra vai permitir imediatamente o começo de uma outra: o chamado lote 11. Toda a região do nordeste do Maranhão e no noroeste do Piauí será beneficiada, pois “a confiabilidade do sistema” será melhorada, facilitando a gestão da demanda de eletricidade por parte dos usuários, de acordo com um responsável da EDP citado pelo Portugal Digital.

A médio prazo, Afonso Cunha deverá sentir claras melhorias na qualidade do serviço de energia elétrica.